Voz das Comunidades tem equipamento quebrado por PMs

O diretor de reportagem do Voz das Comunidades, Renato Moura teve seu celular quebrado por Policiais Militares na manhã de hoje, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. Renato, que acompanhava a incursão policial, foi parado pelos agentes que até que o revistaram e quebraram o seu celular. "Eles falaram que 'o Voz só fala mal da polícia para ganhar fama'", afirmou Renato.



Segundo Rene Silva, fundador do Voz, "Os policiais também foram para cima da repórter Amanda Botelho e perguntaram se ela também estava filmando, porque tava com celular na mão". O caso está sendo registrado neste momento. Do smartphone de ponta, Renato só ficou com a capa e a película, que pegou do chão, pois os PMs não teriam nem devolvido o aparelho ao jornalista comunitário.


Até o fechamento desta reportagem a Polícia Militar e a Polícia Civil não responderam aos questionamentos do Portal Favelas, que questionou o lado das instituições sobre o caso e o registro da ocorrência.






O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter