TV Portal Favelas faz análise pós Mês da Consciência Negra, nesta quinta

Venha participar desse interessante debate no programa Arte Contempolítica desta quinta feira, 03/12, às 21h que será transmitido pelas TVs Portal Favelas e Brasil 247. Nossa sala será formada por Patrícia Felix, Patrícia Tolmasquim, Reinaldo Santana, Saulo Fernandes e André Constantine. Acesse clicando aqui.



Nesse novembro de 2020 tivemos um mês da consciência negra marcado pela pandemia, crimes raciais seguidos de morte, em meio a debates sobre o racismo estrutural, protestos contra a barbárie e reverências à Dandara, Zumbi dos Palmares e outros nomes importantes da causa negra.


Tivemos também os bons resultados nas urnas, a exemplo de Thaís Ferreira e Tainá de Paula no Rio, Benny Brolly em Niteroi e Maiara Felício em Nova Friburgo. Mulheres negras eleitas vereadoras que representam uma importante conquista para o movimento negro e para a sociedade no geral.


Enfim, mesmo com enormes fragilidades a nossa democracia foi exercida. Na resenha dessa quinta feira queremos saber dos participantes como anda a perspectiva para 2021 e 2022. Qual o sentimento que há nesse pós novembro? Os movimentos sociais e os ativistas acreditam em mudanças? Como está a esperança junto à militância?



Participantes:

Patrícia Félix - advogada, conselheira tutelar, foi candidata pelo Psol à vereança da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.


Patrícia Tolmasquim - pedagoga, psicoterapeuta, capelã civil e pós-graduada pela Universidade Hebraica de Jerusalém em estudos bíblicos e em Gestão de Políticas Públicas pela FGV. Atualmente, é diretora de Educação, Igualdade e Diversidade da Associação Janusz Korczak do Brasil.


Reinaldo Sant'ana - diretor teatral e cinematográfico gestor do grupo entrou por uma porta e ponto escola pop, ex-conselheiro de cultura do estado do Rio de Janeiro, idealizador do museu afro virtual do Rio de Janeiro.


Saulo Fernandes - Secretário Estadual de Juventude do PT-RJ e advogado


André Constantine - Ativista político, fundador de vários movimentos, dentre eles o Pare de nos Matar, Favela não se cala e Movimento Nacional de Favelas.


Comunicadores:

Álvaro Maciel e Rumba Gabriel

59 visualizações