Presidência da Fiocruz divulga nota de solidariedade ao Jacarezinho

A comunidade da Fiocruz vem prestar solidariedade às famílias que sofrem com a morte de pelo menos 25 pessoas, sendo 24 jovens moradores e um policial, resultado de uma brutal operação policial na Favela do Jacarezinho em 6 de maio de 2021.

A manifestação de solidariedade em operações como essa se tornou uma rotina no Rio de Janeiro e faz parte de uma história que precisa ser interrompida. Segundo a Rede de Observatórios de Segurança, foram 19 chacinas policiais apenas no primeiro trimestre deste ano, com 71 mortos. A realização de operações policiais similares, baseadas no argumento de enfrentamento da criminalidade, é expressão do desrespeito aos direitos e à cidadania dos moradores de favelas.

Nesse sentido, prestamos solidariedade às famílias e chamamos a atenção das autoridades públicas para a urgência de paralisação dessas operações sangrentas. Ao mesmo tempo, é necessário reverter as políticas de segurança centradas na truculência e na violência armada, com base em um modelo de guerra às drogas, já comprovadamente fracassado em diversos países, e que ainda vem sendo praticado pelas forças policiais no Rio de Janeiro.

Chega de violência! Por uma sociedade de paz! AGÊNCIA FIOCRUZ DE NOTÍICIAS

5 visualizações