Portal Favelas e MST distribuem cestas básicas na favela

Alimentos orgânicos, alimentação saudável e luta popular.


A parceria do Portal Favelas com o Movimento dos Trabalhadores rurais sem Terra (MST) foi consolidada, nesta quinta-feira (23), no “Quilombo Jacarezinho”, localidade que concentra o maior número de negros em favelas no Rio de Janeiro. Esta junção tem a assinatura do Portal Favelas onde uma de suas missões é construir a cidadania para as favelas. Com o título de Natal Sem Fome, foram distribuídas 300 cestas básicas para famílias carentes da comunidade. Um grupo de ativistas do MST, do Levante Popular da Juventude e do Portal Favelas esteve à frente dessa iniciativa, que distribuiu não só alimentos mas também solidariedade.


Foto: Mariana Mollica

Para um dos organizadores, Rumba Gabriel, líder comunitário e membro do Portal Favelas, é importante a defesa de iniciativas como esta, que ajuda diversas famílias que estão em vulnerabilidade social e são vítimas do Estado.

Com o avanço da pandemia, e aumento do desemprego, iniciativas de amor ao próximo são de extrema importância. Marina dos Santos do MST falou sobre a distribuição de cestas básicas e também das ações feitas pelo MST a nível nacional “A ação aqui faz parte da campanha do Natal sem Fome, do MST com outras organizações do campo popular e são a nível nacional. Aqui no Estado do Rio de Janeiro, nós estamos entregando cerca de 2 mil cestas”, conta.

Todo o alimento doado são de assentamentos do Brasil, ou seja, são alimentos da reforma agrária popular “Todos as doações são alimentos de assentamentos de cooperativas e do MST, assim a gente desenvolve a solidariedade do Movimento sem-terra. São alimentos produzidos no campo e vão para toda a cidade. Não é só uma entrega de comida, mas uma entrega de partilha e amor”, diz Marina

De acordo com o MST, a campanha faz parte da agenda de uma frente nacional contra a fome, formada pelo MST em conjunto com diversos movimentos, organizações e entidades que praticam o enfrentamento contra a fome e a insegurança alimentar. Para além da doação de alimentos em si, o comitê gestor dessa frente tem buscado dialogar com sua base social sobre como o desmonte das políticas de subsistência vem sendo promovidos pelo governo Bolsonaro e os desafios de superá-los enquanto força popular. “Queremos que todas as famílias tenham minimamente um natal feliz, alegre, com conforto e com a esperança que em 2022 a gente possa continuar fazendo um ano de lutas, mas sobretudo vai ser um ano de muita vitória “, conclui.


A parceria entre o MST e o Portal Favelas, se estabeleceu a partir do Projeto financiado pela Fiocruz, de combate à Covid-19 nas favelas e periferias e teve como principais eixos a Comunicação popular, a Saúde Mental e a autossustentabilidade alimentar da população periférica, fazendo uma ponte das lutas da favela com o campo. Tanto os militantes do MST quanto pessoas atingidas pela violência de Estado nas favelas recebem atendimento psicanalítico pelo Projeto em parceria com a UFRJ a partir do Programa de pós graduação em teoria psicanalitica (PPGTP).


APOIO PSICANALÍTICO


A parceria entre o MST e o Portal Favelas, se estabeleceu a partir do Projeto financiado pela Fiocruz, de combate à Covid-19 nas favelas e periferias e teve como principais eixos a Comunicação popular, a Saúde Mental e a autossustentabilidade alimentar da população periférica, fazendo uma ponte das lutas da favela com o campo. Tanto os militantes do MST quanto pessoas atingidas pela violência de Estado nas favelas recebem atendimento psicanalítico pelo Projeto em parceria com a UFRJ a partir do Programa de pós graduação em teoria psicanalitica (PPGTP).

O Instituto de Psicologia da UFRJ a partir do Projeto de extensão Ocupação Psicanalítica Rio de Janeiro do PPGTP e se caracteriza por uma escuta implicada com o sofrimento em decorrência do racismo estrutural, sendo que grande parte dos psicologos e psicanalistas que atendem são negros. Alunos de graduação e pesquisadores da pós desenvolvem além dos atendimentos, várias outras atividades com articulação nacional que inclui o programa Saúde Mental nas Favelas e Periferia que passa mensalmente na TV Portal Favelas. Este programa é uma iniciativa entre o Instituto de Psicologia em parceira com o IPUB (NUPPSAN) e envolve a rede de Saúde Mental do SUS que lança diversos temas para o público das favelas.

53 visualizações