Nova Pesquisa do IPEC aponta Lula com 55% dos votos válidos

Nesta segunda-feira (10), a pesquisa eleitoral do IPEC apontou Lula com 55% dos votos válidos enquanto Jair Bolsonaro aparece com 45%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A última pesquisa apontava Lula com 51% e Bolsonaro com 45%, ou seja, Lula tem crescido consideravelmente.

Na quinta-feira (06), aconteceu às 18H30, uma plenária no Circo Voador, localizado na Lapa, Rio de Janeiro, com o objetivo de organizar e retomar a campanha eleitoral do candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva. O evento foi organizado pelo PT e por partidos parceiros, como: Psol e PCdoB.

A plenária iniciou com uma rodada de poesias e reuniu deputados eleitos que agradeceram e falaram um pouco sobre estratégias para a campanha do ex presidente Lula. “O Bolsonaro ameaça à democracia, e é por isso que a gente precisa derrotar Bolsonaro. A gente precisa se unir para ganhar essas eleições, vamos precisar de todos os partidos, porque essa eleição não é uma eleição fácil, não é uma eleição simples. Eu particularmente não acredito no vira voto, acho que precisamos focar nos indecisos e em quem não foi votar”, disse Marcelo Freixo, candidato a governador do Rio de Janeiro.

Já a deputada Estadual eleita, Renata Souza relembrou que o PSOL, esteve com o Lula quando foi preso injustamente e nunca deixou de apoiar o ex presidente “Quero lembrar que o Psol estava com o Lula na semana que ele foi um preso político, foi nesse mesmo lugar que o psol ocupou trazendo consigo movimentos importantes que agora vão fazer toda a diferença. Estaremos na rua virando voto com a disposição de luta, porque nós nunca nos curvamos.”, conta. Renata Souza, foi a deputada estadual mais votada no Rio de Janeiro, somando 174.132 votos.

Esta semana, a Coordenação de Mobilização da Campanha Lula, traçou uma série de iniciativas para o segundo turno das eleições, e o objetivo é conversar com o povo brasileiro, mas principalmente quem não votou em Lula ou não foram votar. A campanha orienta ainda ações diárias como panfletaço, bandeiraço e bancas nos bairros próximos a locais de trabalho e estudo.

No evento foram entoados gritos de “Fora Bolsonaro” e “Bolsonaro genocida”. As plenárias vão acontecer em todos os estados, até o 30 de outubro, dia que acontecerá o segundo turno das eleições, e o foco está em cidades como: Rio de Janeiro, Minas Gerais e em São Paulo, locais onde Bolsonaro saiu na frente de forma expressiva.



Lula retomou suas agendas na rua no dia 06, e pretende visitar todos os estados do país. Sua primeira atividade foi em são Bernardo do Campo, São Paulo, e até dia 12, passará por Guarulhos, Campinas, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Na próxima quarta-feira (12), Lula estará no Complexo do Alemão, favela da zona norte do Rio de Janeiro.

Leia o documento com a orientação da Coordenação de Campanha: https://drive.google.com/file/d/1mawK7_eAn45Cn2HPoTS7X0kAzljvL5Fd/view



25 visualizações