Moradores e ativistas de Cabo Frio denunciam crime ambiental na Cidade

Megaempreendimento pretende construir condomínio de luxo em uma área de Mangue


Ativistas da ONG SOS Mangue Ogiva, se mobilizam para denunciar crimes ambientais na cidade de Cabo Frio, localizada no Estado do Rio de Janeiro. De acordo com relatos de moradores, têm acontecido crimes ambientais na local e empresários pretendem transforma-lo em um condomínio de luxo “Essa área sempre foi mangue, e transformaram em salinas, e agora o mangue está se regenerando, ou seja, está voltando ao longo dos anos. Aí a especulação imobiliária quer transformar em um condomínio de luxo”, conta Roberta Silva, moradora de Cabo Frio e mobilizadora da ONG SOS Ogiva.

O Mangue da Ogiva abriga diversas espécies de aves e algumas delas vêm de outros continentes. A ação é um agressão ao meio ambiente, e segundo ambientalistas, a área contém mais de 100 espécies catalogadas, e a construção ameaça não só Mague, mas também o meio ambiente.


CABO FRIO - Área de Mangue ameaçada (foto - Lucas Muller)


A Prefeitura, o Instituto Estadual do Meio Ambiente – INEA e o Ministério Público, investigam o caso e estudam os impactos que a construção pode causar. A Prefeitura de cabo Frio, disse que a licença ambiental do INEA foi emitida e anexada ao processo. Já o alvará para a realização da obra foi autorizado somente no ano passado. O INEA se comprometeu a fazer uma vistoria para avaliar todos os possíveis danos, porém a data da visita não foi divulgada.

O lugar possui proteção federal por lei e desempenha importante papel como exportador de matéria orgânica para o estuário, contribuindo para produtividade primária na zona costeira. Além disso, os mangues produzem mais de 95% do alimento que o homem captura do mar.

Veja o abaixo assinado e contribua: https://www.change.org/p/abaixo-assinado-em-defesa-do-mangue-da-ogiva-cabo-frio-rj

22 visualizações