Frente parlamentar debate na Alerj ações do governo para melhoria do Meio Ambiente

A Frente Parlamentar Ambientalista do Rio de Janeiro se reuniu com a Frente Ambientalista Nacional, na Alerj, nesta segunda (06 de maio) para debater a a implementação da Contribuição nacionalmente Determinada (NDC) - Documento do governo brasileiro que contem os principais compromissos e contribuições do país para o meio ambiente.

Este encontro faz parte de uma serie de atividades realizadas por causa da semana Do Dia Mundial do Meio ambiente que visa chamar a atenção para a responsabilidade que os países devem ter com o meio ambiente.

O Deputado Carlos Minc, presidente da frente Parlamentar falou que em todo o Brasil está acontecendo encontros para debater a implementação da NDC. Ele destaca que no caso do Rio de Janeiro: “os últimos dados são muito ruins, o aumento do desmatamento foi de 66%, segundo dados do Instituto de Pesquisas Espaciais. As consequências disso são deslizamentos e mortes, o que vemos todos os dias”

O encontro contou com a presença de vários especialistas dentre estes destacamos a ambientalista Mariana Marçal que falou da Alemanha, Ela é coordenadora politica climática do Instituto Clima e Sociedade - uma organização filantrópica que promove prosperidade, justiça e desenvolvimento de baixo carbono no Brasil. Mariana destacou que se o Brasil continuar com a politica atual não conseguira cumprir nenhum dos compromissos firmados na COP 21.

O deputado Alessandro Molon, Coordenador Nacional da Frente Ambientalista no Congresso, esteve presente falando da importância da economia do carbono para desenvolvimento do Brasil e geração de empregos.

Pedro Aranha chamou a atenção para reativação do grupo interdisciplinar de educação ambiental que não se reúne há 4 anos e deve voltar urgente, pois quem sofre com a falta da educação ambiental são as classes mais desfavorecidas que na sua maioria são pretos. Isso se reafirma na fala da deputada Monica Francisco que chamou a atenção para o racismo ambiental, que ao excluir verbas para áreas mais pobres provoca grandes impactos nas áreas mais pobres e com maioria negra.

Debate da Frente Parlamentar Ambientalista - foto de Thiago Lontra

14 visualizações