Fiocruz lança chamada pública para comunicação comunitária

Serão selecionados 15 projetos, de todo Brasil, com o financiamento de até 45 mil


A Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS, lança uma chamada pública para projetos de comunicação popular e comunitária para emergências sanitárias e suas consequências. 15 projetos de todo o país serão contemplados com até 45 mil reais. A chamada é voltada organizações da sociedade civil e coletivos, sem fins lucrativos, com histórico de atuação junto a populações vulnerabilizadas. As inscrições estão abertas até o dia 18 de setembro para apresentação de propostas, que devem ser enviadas por formulário eletrônico.

Os projetos devem estar relacionados às seguintes áreas: enfrentamento da Covid-19 e suas consequências por meio de ações para a promoção da saúde e acesso a políticas públicas e direitos; estimulo à vacinação; combate às fake news; segurança alimentar; saúde mental; vigilância em saúde; geração de renda; e diversidade sociocultural.


Nas propostas, é preciso estar evidente a relação com a área de interesse com a comunicação, e serão executadas e concluídas até março de 2023. E cada projeto apresentado será avaliado de acordo com cinco critérios: representatividade e legitimidade, conforme o histórico de envolvimento do proponente com a população e o território; inovação (ou originalidade e criatividade do projeto, sua metodologia e ações propostas); viabilidade, que se refere à adequação do orçamento às atividades a serem realizadas e aos resultados previstos; e reaplicabilidade, entendida como o potencial que o projeto tem de ser adaptado ou recriado em outros contextos. O quinto critério é a diversidade, o que significa que os projetos devem atender às demandas de grupos historicamente vulnerabilizados na sociedade brasileira, como mulheres, não brancos, jovens, pessoas com deficiência, população em situação de rua, migrantes e refugiados, ou pessoas LGBTQIA+. A chamada pública selecionará pelo menos um projeto de cada região do Brasil.

Podem submeter propostas organizações privadas sem fins lucrativos (organizações da sociedade civil), com histórico comprovado de atuação junto a populações vulnerabilizadas, e que se organizam predominante a partir de trabalho voluntário, contando com, no máximo, 5 (cinco) trabalhadores assalariados.


Link para realizar inscrição: https://prosas.com.br/editais/11788-chamada-publica-para-projetos-da-sociedade-civil-de-comunicacao-popular-e-comunitaria-em-saude


Veja a matéria na íntegra: https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/aberta-chamada-publica-de-projetos-em-comunicacao-popular-e-comunitaria/


Fonte: Fiocruz


46 visualizações