Favela Mulher - Arte Sim



(por Álvaro Maciel e Rumba Gabriel)


Programa Arte Contempolítica - 04/03, às 21h.

Tema: Favela Mulher - Arte Sim

Convidadas: Elisa Santos, Mônica Nêga, Rute Sales e Ana Paula Leite Fernandes.


Arte de Maysa Gloria




Na edição de março do programa Arte Contempolítica, a TV Portal Favelas receberá quatro mulheres artistas ativistas - Elisa Santos, Mônica Nêga, Rute Sales e Ana Paula Leite Fernandes.


No primeiro bloco vamos bater um papo com mulheres artistas, produtoras e agentes culturais. Ativistas que contribuem para a produção cultural e resistência artística nos territórios de favelas e periferias. Os exemplos de Ivone Lara e Leci Brandão são emblemáticos, pois, quando a sociedade preconceituosa e machista tentou negar a elas o direito de exercerem o dom artístico de compor e cantar, arte não, elas responderam em alto e bom tom: arte sim.


No segundo, vamos falar da importância do ativismo contra a violência de gênero. Em muitos países a polícia reprimiu, ou ainda reprime, as marchas e o ativismo feminino com o uso abusivo da força policial.


Segundo dados do Mapa da Violência da ONU o Brasil ocupa hoje a vergonhosa 5ª posição no ranking mundial em feminicídio, que é o assassinato de uma mulher pela condição de ser mulher. Aqui no Rio de Janeiro, as mulheres são vítimas em 70% dos atendimentos notificados como agressões físicas nas redes de saúde.


A ONU propõe a criação de observatórios e sistemas de vigilância para prevenir assassinatos; segundo ela, Covid-19 está ofuscando a crise da violência contra mulheres.


O movimento de Mulheres Negras- RJ também defende as medidas preventivas e tem denunciado de forma constante o aumento da violência doméstica contra meninas e mulheres e a subnotificação dos crimes ocorridos.


A relatora especial de Direitos Humanos da ONU Dubravcka Simonovic lançou uma campanha mundial contra a violência contra mulheres, suas causas e consequências e pediu uma ação global urgente para erradicar o que ela chama de “pandemia do feminicídio e da violência contra mulheres".


O programa Arte Contempolítica abre suas portas para as mulheres artistas ativistas e deseja que o Movimento de Mulheres seja exitoso e consiga atingir as metas e objetivos planejados para as atividades desse 8M 2021, mesmo diante das dificuldades e impedimentos impostos pela pandemia convid-19. Viva o 8 de Março de 2021!



Rio, março/2021 - Álvaro Maciel e Rumba Gabriel


44 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter