Exposição tem o negro como protagonista

A Agência de Notícias de Favela, publicou matéria sobre exposição Rádio Negro, e explicou sobre o projeto, que tem o negro como protagonista. A exposição abre as comemorações do dia da consciência negra.




Em comemoração aos 100 anos do Rádio no Brasil, o projeto tem com foco na negritude com início na semana da consciência negra. A exposição “Rádio Negro” no Museu da Imagem e do Som, na Lapa, será apresentada de 17 de novembro até 14 de janeiro de 2023. A ideia foi projetada por Patrícia Lopes, dramaturga e crítica teatral. A apresentação contará as histórias de artistas negros e a relação com às mudanças políticas nas quais o país vem enfrentando, e a importância do rádio em ir contra as amarras do governo.


“Rádio Negro” tem como proponente o Renascença Clube, e de acordo com seu presidente Alexandre Xavier, “É um presente, pois vamos dar à sociedade a oportunidade de mostrar a força do povo negro que vem sofrendo muito com o racismo nos dias atuais”. O formato da exposição foi projetado para se assemelhar ao ambiente das rádios, e os visitantes terão a oportunidade de usarem fones para ouvir os relatos, narrados pela atriz Anna Paula Black, e apreciar as músicas selecionadas pela equipe de produção.


Mais informações:

https://www.anf.org.br/exposicao-radio-negro/


SERVIÇO

Período: 17/11 a 14/01/2023

Local: Museu da Imagem e do Som (Rua Visconde de Maranguape, 15 – Centro, Lapa)

Horários: 10h às 17h (segunda a sexta-feira)

Mais informações: (21) 2333-2144

Classificação Livre

Entrada Franca

3 visualizações