top of page

Evento na Biblioteca de Manguinhos traz a memória de Marielle, assassinada há 5 anos

Na semana em que se completam 5 anos sem a vereadora, Dicionário de Favelas Marielle Franco organiza evento: "Marielle Vive! Favelas na reconstrução do país".



Nesta segunda-feira (13/03), o Dicionário de Favelas Marielle Franco organizou o evento "Marielle Vive! Favelas na reconstrução do país". A homenagem aconteceu na Biblioteca de Manguinhos e contou com uma vasta programação como: a Mesa redonda “Da favela ao Parlamento” com Mônica Cunha, Renata Souza, Mônica Francisco e o ativista e estudante Saulo Benicio, além da exposição fotográfica “Outras Marés”, com membros do coletivo Fotografia Periferia e Memória e a performance cultural “Eu sou porque nós somos” da artista Raquel Barros.


Com início às 09h, parlamentares e ativistas pelos direitos humanos trocaram experiências de suas atuações coletivas em seus territórios com Marielle Franco, pensando novas possibilidades de um debate que englobe favelas, cidadania, direitos humanos, segurança, gênero e raça na vida política.


O jornalista e militante do Movimento Favelas do Rio de Janeiro, Itamar Silva, contou ao Portal Favelas, qual o legado que Marielle Franco deixou, "O legado da Marielle para a gente é incontestável. Ao mesmo tempo que dá uma tristeza e uma raiva pela indignação de 5 anos da morte de Marielle sem resposta objetiva, por outro lado é de uma potência enorme o que ela semeou. É muito bacana a gente ver nas outras mulheres, em outras Marielles, na própria luta da favela, na luta contra a desigualdade, contra a violência, tudo isso nos reunindo aqui. Então eu costumo dizer que a Marielle foi muito além dela, do seu tamanho e tempo. Ela foi uma luz que apontou para o futuro e nós temos que seguir aprofundando mais essa história e essa luta", disse.


Na terça-feira (14/03), dia em que se completam 5 anos sem a solução do fatal crime político que culminou no triste desfecho de Marielle e Anderson, o dia se inicia com missa por Marielle e Anderson na Igreja Nossa Senhora do Parto, próxima à estátua de Marielle, instalada no buraco do lume, centro do Rio de Janeiro. Diversas atividades gratuitas prometem agitar o dia em homenagem a Marielle e Anderson. O Instituto Marielle Franco promove o Festival Justiça por Marielle e Anderson, que acontece na Praça Mauá, centro do Rio de Janeiro. Durante o show, é programada a subida de familiares de Marielle e Anderson, reafirmando a luta pela resolução do caso. O Museu de Arte do Rio (MAR) e o Museu do Amanhã recebem exposições abertas ao público com obras em homenagem a Marielle. Destaque também para a Redes da Maré que lança o Boletim da Segurança Pública da Maré, local onde a vereadora nasceu.


Ao longo da semana o Portal Favelas ficará por dentro de tudo que envolva a data que culmina nos 5 anos sem Marielle e Anderson.


17 visualizações
bottom of page