Cultura de Luto - Morreu Sérgio Mamberti

por Álvaro Maciel


Na madrugada desta sexta-feira (03/09) morreu o ator Sérgio Mamberti, aos 82 anos, que estava internado , em São Paulo, desde o último sábado (28/09), na UTI de um hospital da rede Prevent Sênior, onde se encontrava Intubado por conta de uma pneumonia. Sua morte do ator foi confirmada pelo seu filho Carlos Memberti, ao G1, e ocorreu em decorrência de uma falência múltipla dos órgãos..


Sua autobiografia foi lançada em abril deste ano, “Sérgio Mamberti: Senhor do Meu Tempo”, pela Edições Sesc.




Mamberti era ator, produtor, diretor, artista plástico e político. Foi gestor do Ministério da Cultura durante os dois governos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 2003 e 2007, 2007 a 2011 e no primeiro governo da presidenta Dilma Rousseff, de 2011 a 2014. Ocupou os cargos de Secretário de Música e Artes Cênicas, Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural, Presidente da Fundação Nacional de Artes, a Funarte, e Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura.


Fez trabalhos memoráveis no teatro, no cinema e na TV, onde ficou imortalizado com personagens como o mordomo Eugênio, da novela Vale Tudo da TV Globo, e pelo Dr. Victor, no “Castelo Rá-Tim-Bum” da TV Cultura.


Tive a honra de conviver e trabalhar com Sérgio Mamberti. Estivemos juntos durante muitos anos nas reuniões da Secretaria Nacional de Cultura do PT, em sua gestão como presidente da Funarte, entre 2008 e 2010, e em diversos ambientes e fóruns culturais. Um excelente profissional e ser humano. Sua dedicação à construção de novas políticas públicas de cultura inclusivas, abrangentes e transformadoras era o um estado permanente em suas ações. Realmente, uma perda irreparável.


6 visualizações