Covid-19: pesquisa aponta mudanças de hábitos alimentares entre adolescentes

Estudo publicado no periódico científico Nutrients mostrou que os adolescentes de cinco países, incluindo o Brasil, tiveram consumo modificado de alimentos fritos, alimentos doces, legumes, vegetais e frutas durante o confinamento indicado para redução da transmissão da Covid-19. A pesquisa, que revela o aumento do consumo de frutas e hortaliças durante o distanciamento social, também observou maior ingestão de doces e frituras entre os jovens. O estudo teve participação da pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) Letícia Cardoso, da professora da UFRJ, Patricia Padilha, e fornece a primeira descrição de como a pandemia de covid-19 alterou as tendências na alimentação de adolescentes da Espanha, Itália, Brasil, Colômbia e Chile. A iniciativa teve a liderança do Dr Alberto Davalos, do Instituto Madrilenho de Estudos Avançados em Alimentação.


O isolamento durante a pandemia de covid-19 afetou a alimentação, especialmente dos adolescentes, que são altamente suscetíveis a adquirir maus hábitos alimentares. Intitulado “Covid-19 Confinement and Changes of Adolescent’s Dietary Trends in Italy, Spain, Chile, Colombia and Brazil”, o artigo mostrou os resultados do estudo que descreveu as mudanças na dieta durante o confinamento dos adolescentes de 10 a 19 anos e identificou os fatores que podem ter influenciado as alterações.


Brasil

Os adolescentes brasileiros se destacaram pela maior média de ingestão de legumes do que os jovens de outros países durante o período (cinco porções por semana). Em todos os países, exceto entre os adolescentes espanhóis, esse aumento foi significativo durante a pandemia. “O Brasil já é um dos países em que os adolescentes apresentam um consumo melhor de hortaliças e menor de alimentos ultraprocessados (26% em 2018), quando comparado a países de alta renda (66%) e ao Chile (29%), país latino-americano que aparece na pesquisa e do qual dispomos de dados recentes”, conforme comentou a pesquisadora.


É importante gerar estudos futuros de larga escala que analisem hábitos alimentares para encorajar a adoção de hábitos alimentares saudáveis entre adolescentes, especialmente depois deste período de confinamento. “Entender os hábitos de nutrição dos adolescentes durante o isolamento pela pandemia de covid-19 vai ajudar as autoridades sanitárias a remodelar futuras estratégias para as recomendações nutricionais, na preparação para futuras pandemias”, registra o artigo.



O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter