Confira outros eventos do 20 de novembro no Rio

Além do grande Ato Nacional Fora Bolsonaro Racista que no Rio de Janeiro acontecerá no Viaduto de Madureira as 13h na 10 Marcgha da Periferia e na tradicional manifestação no Busto de Zumbi na Presidente Vargas, diversas manifestações acontecerão no Rio de Janeiro.


Na Lona Cultural Dicró no Parque Ary Barroso na Penha será realizado o Conexões Novembro Negro organizado pelo Grupo Cultural Chorinho 100% Suburbano a partir das 11h com Atração Infantil, Debate político cultural as 13h, além de diversas apresentações musicais ( Chorinho, Jongo, Maracatu, Congada, Ciranda e Samba ).


Em Itaboraí o MNU estará realizando dos dias 19 a 21 de novembro uma intensa maratona de atividades políticas, culturais e religiosa.

Terá missa, palestras, atrações musicais, capoeira, jongo e dança afro.

Em Campos dos Goitacazes a programação do Novembro Negro será na Praça do Santíssimo Salvador com várias manifestações de Resistencia Cultural Negra Campista.

Oficinas de turbantes, apresentação de comunidades tradicionais de matrizes africanas, abordagem educativa sobre o Comite de Saúde Integral da população negra, percussão, maculele, dança afro e outras atrações marcarão a manifestação político cultural na maior cidade do Norte Fluminense.


Em Niterói será realizada a 13 ediçao do Viva Zumbi, que é um grande festival da cultura negra.

O evento será na Concha Acústica, no centro de Niterói.

No palco principal a presença de Chico César.


O histórico IPCN ( Instituto de Pesquisa das Culturas Negras ) estará reabrindo sua Sede na Lapa no dia 19 de novembro as 19h e lançando seu Portal IPCN.


Segundo o advogado Marcelo Dias, do MNU, "este Novembro Negro será histórico não só em razão do protagonismo do movimento negro que acontece a 50 anos , desde 1971 quando o Grupo Palmares de Porto Alegre lançou a idéia de homenagear Zumbi dos Palmares e o MNU em 1978 popularizou a data em todas as regiões de nosso país, mas também em razão das Frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo, Centrais Sindicais e diversos movimentos anti racistas e anti fascistas terem deliberado pela participação no Novembro Negro com o grito de Fora Bolsonaro Racista."

127 visualizações