Arte e Vacina, Sim!


Conheça tudo sobre o tema e nossas convidadas


Serviço:

Link para assistir: https://www.youtube.com/watch?v=dfRBSvabcz4

Programa: Arte Contempolítica, onde política se discute.

Tema: Arte e Vacina, Sim! l

Data: 01 de abril - 21 h

Apresentação: Álvaro Maciel e Rumba Gabriel

Convidadas: Letícia Fagundes, Malu Aires e Christiane Ramírez.


A valorização da arte

Em sua edição de abril o Arte Contempolítica traz ao debate cultural a valorização da arte e do artista. Nesse momento em que as crises política e sanitária assolam o país, o nosso programa se propõe ser um espaço aberto para fala dos próprios artistas, produtores culturais e fazedores de cultura. Arte e Vacina, Sim!


Apesar da viralização sobre o papel da arte na vida das pessoas durante a pandemia, achamos importante ouvirmos a opinião de quem realmente pensa arte, vive para a arte e põe a mão na massa para que ela exista. É evidente que um dos maiores desejos dos artistas é que as pessoas valorizem a arte e os trabalhadores da cultura para além da pandemia e que os políticos e governantes reconheçam a força estratégica da cultura para o desenvolvimento social e econômico do país.


Arte x Negacionismo

A influência e o papel dos artistas ativistas que contribuem para a produção cultural e para a resistência artística e política, num ambiente em que se tenta negar os avanços ocorridos no país a partir de 2003, a existência dos golpes e até a letalidade da pandemia covid-19. A chegada da pandemia provoca o aumento das dificuldades do setor artístico no Brasil.


Ao final de 2015 tivemos um expressivo recuo das políticas públicas culturais, o avanço da censura, perseguições políticas e a promoção do medo. Em seguida o Brasil sofre dois grandes golpes: o golpe 2016, que resultou no impeachment da presidenta Dilma Roussef e o golpe 2018, que resultou na prisão do ex-presidente Lula, que retira a candidatura da maior liderança política do país para abrir caminho para a candidatura de Jair Bolsonaro.


Por uma política de Estado para a cultura

A Cultura no Congresso Nacional: a atuação Comissão de Cultura (que substituiu o Ministério da Cultura em tempos de chumbo e de recuo das políticas públicas de cultura). A função do Sistema Nacional de Cultura e a rede de sistemas estaduais e municipais de cultura (pelo menos o CCPF). O processo de elaboração e aprovação Lei Aldir Blanc, e o socorro emergencial à cultura em tempos de pandemia. A importância do Ministério da Cultura: Gil, Juca, Ana de Holanda, Marta Suplicy e o tempo que havia políticas públicas de Cultura. A demanda participativa da sociedade na elaboração e aplicação das políticas públicas de cultura.


É possível recuperar a produção de políticas públicas de cultura no âmbito do Congresso Nacional, nos estados e munícipios do Brasil?


2021/2022 - Esse momento da volta do Lula e de sua possível candidatura traz de volta o verbo esperançar?


Um pouco sobre nossas Convidadas


Elas são pessoas que se dedicam ao fazer artístico e cultural tanto como profissionais quanto participantes da linha de frente na luta pela valorização e democratização da Cultura.


Letícia Fagundes

Secretária Geral do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre, membro do Fórum de Ação Permanente Pela Cultura, membro delegado do orçamento participativo, membro dos setoriais de cultura e de combate ao racismo do PT, conselheira de saúde do PSF Jardim Carvalho, delegada do Conselho Municipal Desenvolvimento Urbano, filiada ao MNU, secretaria adjunta do Clube Negro Satélite Prontidão, produtora cultural da Escola de Samba Copacabana do grupo B do Carnaval de Porto Alegre.


Malu Aires

Artista, compositora e intérprete. Militante da causa da anulação do processo de impeachment de 2016 atua com diversos movimentos nacionais e internacionais unidos contra o golpe no Brasil. Escritora, conversadora e agitadora digital, fez do Face book sua principal ferramenta comunicacional de enfrentamento e denúncia do golpe. Hoje, trabalha no desenvolvimento da comunicação popular audiovisual nas redes. Do “Chumbo à Bossa, do Choro ao Rock’n’roll”.


Christiane Ramírez

Gestora e produtora cultural atuaram na implementação das políticas públicas como o Sistema Nacional e Plano Nacional de Cultura e nas eleições para composição Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) 2015-2017. Compôs a equipe de organização da Lei Aldir Blanc. Assessora Técnica da Presidência da Comissão de Cultura 2019-2020. É Publicitária e atualmente cursa Gestão Pública.






40 visualizações