13 de dezembro dia de protesto!!

AI-5 NUNCA MAIS! - veja aqui 14 depoimentos de lideranças convidando para o ato político no CENTRO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO                

Neste 13 de dezembro, completam-se 53 anos que o Brasil iniciou o período mais duro da ditadura civil-militar que dominou o país de 1964 a 1985. Neste dia, em 1968, foi editado o Ato Institucional 5 (AI-5), a mais draconiana medida dos militares contra a democracia e o povo brasileiro, que levou ao recrudescimento do regime, com mais cassações, perseguições, prisões, torturas, assassinatos e exílios.

Trabalhadores do campo de cidade foram reprimidos em suas formas de organização em seus sindicatos e nas ligas camponesas. A censura amordaçou o que restava da mídia alternativa e censurou os grandes jornais e tv. Os movimentos sociais, tendo à frente os estudantes e profissionais do setor cultural tentaram resistir nas ruas e muitos militantes optaram pela luta clandestina. Foram presos, torturados e assassinados.

Por isso, neste dia 13 de dezembro, conclamamos cidadãos e cidadãs da nossa Cidade e do nosso Estado, que lutam por Democracia, por Direitos Humanos, e por Memória, Verdade, Justiça e Reparação, a participarem de um ato político-cultural de protesto, para gritar bem alto:

Ditadura, Nunca Mais! Tortura, Nunca Mais! Reinterpreta Já STF! Tortura e Assassinatos são Crimes de Lesa Humanidade! Fora Bolsonaro! 

Ocupa DOPS! Que o antigo DOPS seja transformado num Centro de Memória de Direitos Humanos.

Segunda, 13 de dezembro, na frente do antigo DOPS, na Rua da Relação, a partir das 15:30.

Use máscara, leve álcool em gel, mantenha-se distante dos demais ativistas 1,5m. 

Veja abaixo, depoimentos de 14 pessoas, entre lideres comunitários, estudantis, parlamentares e ex presos políticos, convidando a todos e todas para participarem do ato, no dia 13 de dezembro, em frente ao prédio do antigo DOPS, no Rio.

Lourenço Cesar - Portal Favelas


Nicole Viana - Líder estudantil


Fátima Monteiro - Movimento Negro Unificado

Beth Mendes - atriz

Luana Carvalho - MST

Orlando Guilhon - Coletivo Fernando Santa Cruz


Júlia Vilhena - DCE UFRJ

João Ricardo Dorneles - Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD)

Ronaldo Tavares - Torcedores pela Democracia

Reimont - vereador

Lucas Pedretti - Coletivo RJ de Memória, Verdade, Justiça e Reparação

Adair Rocha - Movimento Humanos Direitos

Wadih Damous - advogado, ex-oresidente da OAB

Jorge Ricardo - Coletivo Fernando Santa Cruz

231 visualizações