• Adilson Severo de Souza

Sem internet, estudantes de favelas não conseguem se preparar para o Enem (matéria do site Bol)


(Morador da Maré, o vestibulando Luiz Menezes se arrisca em busca de sinal de internet para estudar Imagem: Gabriel Sabóia/UOL)


A matéria do site Bol atenta para as dificuldades vivenciadas, nesse momento de pandemia e, consequentemente, de distanciamento/isolamento social, pelos estudantes do terceiro ano do Ensino Médio e de pré-vestibulares, os quais precisam buscar conteúdos e estudar através das plataformas virtuais (e de outros dispositivos de ensino remoto).


No estado do Rio de Janeiro, tanto a rede municipal quanto a rede estadual estão implementando aulas on-line, a fim de que o ano letivo não seja perdido, e os alunos não sejam prejudicados. A questão é que boa parte dos jovens das favelas e periferias não tem acesso à internet e/ou não possui acesso com qualidade e estabilidade de sinal. Outro problema reside na falta de equipamentos eletrônicos para as atividades on-line, como computador, notebook, tablets e celulares. Muitas vezes, há apenas um celular na família, de uso comum a todos.


O Portal Favelas entende que a Educação precisa ser inclusiva, e não reproduzir e acentuar as desigualdades sociais em que vivemos. Diante disso, antes de implementarem projetos para atividades remotas, direcionados aos estudantes do sistema público de ensino, os governantes (através das Secretarias de Educação) deveriam, em primeiro lugar, garantir o acesso de TODOS os alunos, disponibilizando equipamentos e internet de qualidade.


A partir do exposto acima, é necessário, então, que os calendários de provas dos principais vestibulares (principalmente o do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem) sejam alterados, considerando, em especial, os alunos que já concluíram a educação básica. Esta preocupação também é demonstrada pelo Fórum de Pré-Vestibulares do Rio de Janeiro, que publicou, em 27 de abril, uma nota solicitando o adiamento do Enem, conforme mostra a imagem abaixo. Trinta coletivos e pré-vestibulares populares assinam o documento.



(Imagem retirada do Facebook do Fórum)


Por fim, mais do que preservar o direito à Educação no atual cenário, o Estado possui a obrigação de garantir renda aos estudantes das favelas, e a seus familiares, de forma a, pelo menos, amenizar o sofrimento dessa população.



Link para a matéria: https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/04/28/sem-internet-estudantes-de-favelas-sofrem-com-preparacao-online-para-enem.htm


Nota do Fórum de Pré-Vestibulares do Rio de Janeiro: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=340148444048119&id=107144194015213&ref=content_filter



96 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter