Proibição de operações em favelas durante a pandemia reduziu 70% número mortes

A proibição de incursões em territórios de favelas do Rio reduziu possíveis mortes em 70%, além de reduções significativas nos registros de crimes contra a vida (48%) e contra o patrimônio (40%). As informações fazem parte da pesquisa "Operações policiais e ocorrências criminais: Por um debate público qualificado", do Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (GENI) da Universidade Federal Fluminense (UFF), divulgado ontem, dia 3.


Para estimar os efeitos da proibição, o estudo comparou os números do período de um mês com a média das mesmas datas desde 2007. Segundo o relatório produzido pelos pesquisadores, 30 vidas foram salvas nas favelas por causa da decisão do ministro Edson Fachin.


A liminar favorável à interrupção das operações policiais durante a pandemia deverá ser analisada pelo STF nesta semana, quando acaba o recesso do Judiciário. Enquanto isso, há um embate entre a Secretaria de Segurança do Estado do Rio, que tenta derrubar a liminar e a Defensoria Pública do Estado, que a defende.

15 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter