Estado registra o menor número de homicídios dolosos em 30 anos

Os homicídios dolosos registrados no estado do Rio de Janeiro caíram 19% em julho deste ano na comparação com o mesmo mês de 2019. Esse foi o menor valor para o indicador em toda a série histórica, iniciada em 1991 pelo Instituto de Segurança Pública, ISP. No total, foram contabilizadas 313 mortes em julho de 2019 e 255 em julho de 2020. A queda foi ocasionada por causa da pandemia. Segundo o ISP, também há quedas no número de outros crimes, como autos de resistência: Mortes causadas pelos agentes do Estado, que mata mais pretos e favelados. Somente no mês de julho deste ano, em comparação com o mesmo mês, no ano passado, a queda seria de 74% o número de vítimas fatais.


Indicadores estratégicos: ▪ Homicídio doloso: 2.153 vítimas nos sete primeiros meses de 2020 e 255 em julho - esses valores representam o menor para o acumulado e para o mês desde 1991. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 10% em relação ao acumulado do ano e de 19% em relação a julho. ▪ Crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte): 2.219 vítimas nos sete primeiros meses de 2020 e 266 em julho – esses valores representam o menor para o acumulado e para o mês desde 1999. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 11% em relação ao acumulado do ano e de 20% em relação a julho. ▪ Roubo seguido de morte (latrocínio): 47 vítimas nos sete primeiros meses de 2020 e sete em julho. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou 34 mortes a menos em relação ao acumulado do ano e seis a menos em relação a julho. ▪ Morte por intervenção de agente do Estado: 825 mortes nos sete primeiros meses de 2020 e 50 em julho. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 24% em relação ao acumulado do ano e de 74% em relação a julho. ▪ Roubo de carga: 3.100 casos nos sete primeiros meses de 2020 e 544 em julho. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 34% em relação ao acumulado do ano e de 21% em relação a julho. ▪ Roubo de veículo: 15.616 ocorrências nos sete primeiros meses de 2020 e 1.819 em julho. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 37% em relação ao acumulado do ano e de 43% em relação a julho. ▪ Roubo de rua (roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo): 43.808 registros nos sete primeiros meses de 2020 e 6.045 em julho. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 42% em relação ao acumulado do ano e de 40% em relação a julho.

5 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter