• Xico Teixeira_da redação

Entrevista exclusiva com médica que está na trincheira da COVID 19

Atualizado: Mai 3

Se tem alguém que sabe a exata dimensão desta guerra contra o coronavirus, estes são os profissionais de saúde que enfrentam diariamente a rotina do atendimento básico à população,

Uma destas guerreiras contou para o Portal Favelas como é enfrentamento diário nesta guerra com a falta de equipamentos, carência de pessoal e pouco apoio do poder público. Estamos falando da médica Valeska Antunes que há 17 anos trabalha na comunidade de Manguinhos, com a equipe do Consultório na Rua e atende a população em situação de rua. Seu trabalho também engloba outros territórios vizinhos como a Maré e o Jacarezinho.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_1b88f98fe7d64b27a6ce7c42f89159b2.mp3



Médicos de família, enfermeiros, auxiliares e a turma de apoio que trabalha nos consultórios de rua, postos e nas UPAS são capazes de testemunhar o drama e o caos cotidianos. Drama de uma população carente e negligenciada desde sempre pelo Estado e o caos da falta de recursos e de políticas públicas eficazes. A médica Valeska confirma que a falta de recursos é geradora desta situação:

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_e2ee6de57994487da0b84ec6a4ab62de.mp3


Este contato direto e diário com a população lhe permite afirmar que nas duas últimas semanas de abril houve um crescimento gigantesco, exponencial, de atendimentos com muitos casos de pessoas já com a COVID 19 em estado avançado. E a tendência é aumentar ainda mais.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_73bed857d6994253999aca5b29b92e54.mp3


Nem há como saber o numero exato de pessoas infectadas, pois a notificação oficial não reflete a realidade, por diversos motivos:

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_fa3562449dda48429bee2f0229c33ed2.mp3


Enquanto isso, a rotina no atendimento continua precária, especialmente pela falta de uma das principais armas nesta guerra de saúde: o oxigênio.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_ff9b7d73b5324e45962803ee3eca9017.mp3


Valeska Antunes assina a nota dos médicos que repudia o protocolo do governo de Estado que pretende priorizar atendimentos a pacientes que terão acesso a leitos e respiradores contra a Covid-19. Em calamidade, ninguém deve morrer enquanto não se esgotam os recursos disponíveis. E estes recursos existem e não são usados.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_af7df168f2c942a79bd2739686b0e7d5.mp3


A médica diz ainda para as pessoas conterem a ansiedade com relação ao teste contra a doença. Ela é a favor do teste em massa e briga por isso, mas considera que ele é muito mais importante como ferramenta de planejamento das ações de saúde do que simplesmente atestar se uma pessoa é positiva ou não. Entenda isso aqui neste áudio.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_9da87baa12b34be3b4fec979f6d956a9.mp3


Se o teste em massa ainda não está disponível, o mais importante de tudo é seguir as orientações das autoridades sanitárias e fique em casa. Mas, Valeska compreende que é muito difícil trabalhar qualquer campanha de isolamento quando o próprio presidente estimula o povo sair para as ruas e que cabe ao Estado oferecer condições reais para que o isolamento funcione.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_6aee97d8268e4e0681f51fc3f2c30585.mp3


Mesmo assim, Valeska diz que é fundamental as pessoas se cuidarem e só saírem de casa quando for extremamente necessário. E fique atento ao seu corpo, não saia de casa e saiba quando deve procurar o serviço de saúde!!

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_ead8242ba4aa456283c24117bcd0ad4a.mp3



E, finalmente, a médica Valeska lembra que a saúde é um direito de todos e todas e que defender o Sistema Único de Saúde, não só nas crises e epidemias, mas, sempre, é um dever e um direito de todo cidadão.

https://static.wixstatic.com/mp3/d6e978_d4b3160216e641eb92c365211ca175e9.mp3


257 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter