• Bárbara Nascimento

Atlas da Violência mostra que 75% dos assassinados eram pretos

Atualizado: Ago 28



O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou nesta quinta-feira, 27/08, o Atlas da Violência 2020. 


Os números apresentados mostram como a violência imposta à população negra aumentou. Como observamos nos dados expostos acima, 75,7% das vítimas de homicídio no Brasil em 2018 eram negras. Homens negros têm 74% de chance de serem vítima de arma de fogo e a mulher negra 64,4%. Para cada não negro assassinado, 2,7 negros são vítimas de assassinato.


Não são apenas números; são vidas. Os quantificadores e gráficos da pesquisa exibem as desigualdades raciais, as estruturas que alimentam a necropolítica. Não há como negar esse sistema de morte. Segundo o Atlas da Violência, em uma década (2008-2018), o número de homicídios de pessoas negras no Brasil cresceu 11,5%, enquanto o de pessoas não negras caiu 12,9%. É preciso políticas públicas que promovam a equidade, o cumprimento do direito constitucional à vida, a todas as vidas.


Para obter mais dados da pesquisar, acesse: https://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/dados-series/20



113 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter