• PRETTA GRIGORIO

Alterações em eventos por conta do COVID-19

O mundo se encontra preocupado por causa da disseminação e facilidade de contaminação por um vírus novo, ainda sem vacina e com tratamento experimental. Nas Favelas as questões são bem mais preocupantes pois esbarram nas limitações financeiras de milhares de pessoas, sem acesso ás informações corretas ou ás formas que possam impedir o contágio.

Pela cidade, visualizamos o medo de uns e a tranquilidade humorística de outros mas ao tocar no assunto com seriedade percebemos que estão na verdade todos muito preocupados e sem saber o que fazer. Tem os que estão cientes de que o SUS pode não comportar todos os pacientes pois fora de epidemias já não oferece o tratamento adequado, há os que se perguntam se nas Clínicas da Família haverá profissionais pra toda essa demanda e há os que trabalham diretamente com as Favelas e se questionam de que forma será, caso haja de fato essa epidemia em nossos territórios. Lembrando que são territórios sem o básico, saneamento por exemplo, item necessário para o combate de várias doenças que em pleno século XXI ainda nos assusta.

Em nota a recém inaugurada CASA MARIELLE FRANCO, cita essas preocupações ao cancelar um evento de grande comoção popular que se realizaria neste sábado, 14 de março de 2020, dia em que se completam 2 longos anos sem respostas sobre o que motivou e quem mandou assassinar uma vereadora eleita por voto popular, e não menos importante Anderson Gomes, segue a nota oficial.

COMUNICADO DO INSTITUTO MARIELLE FRANCO

Como todo mundo deve estar acompanhando, a organização Mundial da Saúde declarou pandemia do Coronavírus. O Brasil registrou hoje mais de 70 casos. A projeção para os próximos dias é que os números de contaminação cresçam exponencialmente.


Diante dessa situação, conversamos com especialistas em saúde pública para tomar a decisão se deveríamos ou não manter, da maneira que pensamos, o Dia de Ações por Marielle e Anderson.


Aqui no Brasil, nós temos o Sistema Único de Saúde, o SUS, que é um patrimônio do nosso país, mas que vem sofrendo ataques e tentativas de sucateamento sistematicamente em benefício das redes privadas.


O número de pessoas contaminadas com o vírus nos próximos dias, deverá ser muito maior do que a quantidade de leitos disponíveis dos hospitais.


Isso quer dizer que serão as pessoas mais pobres, em geral mulheres, pessoas negras e moradoras de favelas e periferias, que mais estarão vulneráveis ao vírus que ainda não tem vacina.


Marielle passou a sua vida lutando para defender a vida de todas as pessoas, principalmente dessas pessoas que não têm os seus direitos garantidos.


Pensando em tudo isso e na nossa responsabilidade enquanto Instituto Marielle Franco de não aumentar o risco de contaminação, decidimos alterar a programação do nosso Dia de Ações por Marielle e Anderson, cancelando as atividades que reuniriam grandes quantidades de pessoas.


É uma notícia que nos deixa muito triste em comunicar, pois sabemos da importância de estarmos juntas nesse dia para manter viva a memória, a luta e o legado de Marielle. Para mostrarmos que o nosso grito por justiça segue cada vez maior.


Achamos importante compartilhar que ao tomar essa decisão, nós do Instituto Marielle Franco, também sofreremos com o prejuízo de desmobilizar um evento tão grande apenas 48 horas antes da sua realização. Também esperávamos alcançar mais apoios para a nossa campanha de financiamento coletivo para que consigamos realizar as nossas primeiras ações, como a Escola Marielles, a Plataforma do Legado de Marielle e a criação de um Centro de Memória e Ancestralidade Permanente, já que a Casa Marielle é um espaço temporário que acontecerá só até o final de março.


''Mas queremos e precisamos que o 14M continue sendo gigante! Por isso, queremos convidar todas e todos para um grande Amanhecer por Marielle e Anderson no sábado de manhã! Vamos começar o dia em que completam-se dois anos desde aquele 14 de março pedindo respostas e cobrando por justiça!


Pendure uma faixa, lenço, pano amarelo ou girassol na sua janela, laje ou varanda a partir das 7:00 horas deste sábado! Acessem o site institutomariellefranco.org/14m para conferir toda programação


Agradecemos a compreensão e apoio de todas e pedimos que ajudem a replicar esse comunicado para todo mundo que vocês conhecem.''



6 visualizações

O Portal Favelas é uma construção coletiva de moradores de favelas, para falar de e para as favelas, por meio da integração dos diversos canais de comunicação locais ou regionais.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter